Ex-governador Guilherme Melo morre aos 68 anos em hospital de Teresina

Guilherme Cavalcante de Melo foi diagnosticado com um tumor maligno no cérebro no final do ano de 2020.


Morreu na noite de quarta-feira (21) o ex-governador do Piauí, Guilherme Cavalcante de Melo, de 68 anos, vítima de câncer no cérebro no Hospital de Terapia Intensiva (HTI), na cidade de Teresina.

Guilherme Melo foi diagnosticado com um tumor maligno no cérebro no final do ano de 2020. Ele iniciou tratamento e passou por uma cirurgia em dezembro de 2020 no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Nas últimas semanas, o ex-governador teve piora no seu estado de saúde e passou cerca de 15 dias internado, mas não resistiu à doença e faleceu na noite de quarta-feira. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) e o enterro no cemitério São José, na Zona Norte de Teresina. Biografia Guilherme Cavalcante de Melo era formado em administração e direito. Em relação a sua vida política, de 1987 a 1990 atuou como deputado estadual. No final do seu mandato como deputado estadual ele foi escolhido como candidato a vice-governador do Piauí na chapa liderada por Freitas Neto, saindo vitorioso no segundo turno das eleições de 1990. Assumiu o cargo de governador do Piauí no dia 30 de março de 1994, quando Freitas Neto renunciou para concorrer ao Senado Federal. Guilherme Melo ficou como governador até o final daquele ano. Em 2002 ele cumpriu mandato de deputado federal por curto período, quando Heráclito Fortes foi secretário de Defesa Civil. Em 2006 foi candidato a deputado estadual pelo PDT sem lograr êxito. Guilherme Melo também atuou como presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Curraleiros Pé-duro de 2011 a 2017.












Fonte:G1 Pi