STF forma maioria para anular condenações de Lula na Lava Jato

Por 7 votos a 1,o Plenário do Supremo confirmou a anulação; assim, os processos voltam para o ponto inicial

Dando continuidade ao julgamento nesta quinta-feira (15), o Plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria para manter a decisão do ministro Edson Fachin que anula as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no âmbito da Operação Lava-Jato.

Ao todo, foram sete votos a favor e um contra. Agora, a votação será suspensa e deverá ser retomada na próxima semana, porém, o resultado da apreciação não mudará. Com a decisão, Lula está elegível para o pleito de 2022.

Na análise da matéria, o plenário do Supremo discute se mantém o envio de Curitiba para Brasília dos processos da Operação Lava Jato contra o petista.


Por 7 votos a 1, o Plenário do Supremo confirmou a anulação das condenações











Fonte: tv meio norte