Saque do FGTS: população busca agências da Caixa em Teresina para tirar dúvidas; veja como sacar


Teresinenses que esperavam realizar o saque extraordinário do FGTS procuraram as agências da Caixa Econômica Federal na manhã desta quarta-feira (20), em Teresina para resolver problemas que encontraram na hora de fazer o cadastro. Os usuários contaram ao g1 que foram orientados pelo aplicativo da Caixa a comparecer às agências.

O auxiliar de serviços gerais Antônio contou que precisou ir à agência da Piçarra, Centro Sul da Cidade, porque o telefone que está no cadastro é diferente do que ele usa atualmente, o que impediu que ele usasse o aplicativo do Caixa Tem.

"Pensei que já ia sacar mas tenho que resolver isso. O aplicativo não abre mais. E eu preciso muito desse dinheiro, para pagar as contas", disse Antônio.

Outros usuários estavam na fila para resolver problemas no e-mail de cadastro do aplicativo. Assim, também não conseguiram fazer o saque.

O vendedor Jônatas encontrou o mesmo problema. "Só tenho até as 14h para resolver isso. Eu acho errado a gente ter que pegar uma fila, perder parte do dia, só para trocar um número de telefone num cadastro.

O saque extraordinário vem em boa hora para o ex-vigilante Antoniel Nunes. Ele contou que pretende usar o dinheiro como investimento para entrar em um curso técnico de segurança do trabalho.

"Nem estava esperando por esse dinheiro, minha irmã que me avisou que eu tinha dinheiro. Decidi aplicar na minha educação, que é uma coisa que não podem tirar de mim. Não dá para esperar que outro dinheiro desse apareça", comentou Antoniel Nunes.

Ele contou ainda que esqueceu as senhas de acesso à sua conta da Caixa, e decidiu vir à agência por conta própria. "Melhor resolver conversando, o olho no olho", comentou.

Saque iniciou nesta quarta (20)

Trabalhadores nascidos em janeiro já podem, a partir desta quarta-feira (20), retirar até R$ 1 mil de suas contas do FGTS.

Nas estimativas da Caixa Econômica Federal (CEF), são 3,9 milhões de pessoas aptas a fazer o saque nesta etapa, em que R$ 2,7 bilhões foram disponibilizados pelo governo federal, de um total de R$ 30 bilhões direcionados ao saque extraordinário.


Os nascidos em janeiro são a maioria dos que podem fazer o saque extraordinário, que segue até o dia 15 de junho. Em seguida, aparecem os nascidos em maio, quando 3,8 milhões de pessoas estarão elegíveis para retirar o benefício a partir do dia 14 de maio.

Ao todo, 42 milhões de trabalhadores serão beneficiados pelo saque extraordinário do FGTS. O saldo disponível pode ser consultado desde a semana passada, mas a retirada e a movimentação do valor segue o calendário estabelecido pela Caixa.

Como explicou Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, não significa que quem nasceu em janeiro só pode fazer o saque no dia 20 de abril. "Mas só pode começar a retirar, quem nasceu em janeiro, a partir deste dia”, disse, durante apresentação nesta terça-feira (19).

Os nascidos em janeiro são a maioria dos que podem fazer o saque extraordinário, que segue até o dia 15 de junho. Em seguida, aparecem os nascidos em maio, quando 3,8 milhões de pessoas estarão elegíveis para retirar o benefício a partir do dia 14 de maio.

Ao todo, 42 milhões de trabalhadores serão beneficiados pelo saque extraordinário do FGTS.

Desde o último dia 8 os trabalhadores podem consultar se têm direito ao benefício – além de valores e datas para receber o dinheiro. As consultas podem ser feitas pelo site da Caixa, por uma versão atualizada do aplicativo FGTS e nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF).