Regina Sousa participa de primeira reunião com equipe de transição

A governadora Regina Sousa participou, nesta quinta-feira (03), da primeira reunião com a equipe que fará a transição da atual para a futura gestão, do governador eleito Rafael Fonteles. A reunião aconteceu no Palácio de Karnak, onde a chefe do Executivo e os secretários de Estado de Governo (Segov), Antônio Neto, e do Planejamento (Seplan), Rejane Tavares, receberam o coordenador Chico Lucas e o cientista político Washington Bonfim.


No primeiro encontro oficial foi estabelecido um calendário que seguirá até o dia 11 de novembro para que todos os órgãos da Administração Direta e Indireta enviem relatórios com informações setoriais à equipe de transição. Entre as pautas discutidas está também o orçamento para 2023.

De acordo com Antônio Neto, Rafael quer dar continuidade ao trabalho que foi iniciado na gestão de Wellington Dias e Regina Sousa. Ele falou também sobre a situação econômica do estado.

“Ele quer uma continuidade, até porque é, praticamente, o mesmo governo. A situação econômica do estado está sob controle, estamos equilibrados, vamos fechar o ano com as contas em dia, vamos pagar décimo terceiro, os fornecedores estão sendo pagos, mesmo com todos os problemas que enfrentamos durante esse ano. Apresentamos ainda os nomes que irão compor a equipe de transição”, afirmou o secretário de Governo.

Na reunião foram definidos ainda os nomes que irão compor a equipe de transição, que serão o secretário Antônio Neto, a secretária Rejane Tavares, a secretária da Administração (Sead), Ariane Benigno, o superintendente de Gestão da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Emílio Junior, Chico Lucas e Washington Bonfim. A equipe irá reunir no anexo do Palácio de Karnak, conhecido como Karnakinho.


tranquila. “Será uma transição tranquila, até porque o governo Wellington, Regina e Rafael fazem parte do mesmo campo político. Rafael conhece as contas do Estado por ter sido, até 2022, secretário da Fazenda, boa parte da equipe de transição também fez parte do governo. Então, será tranquilo, muito mais para tomarmos ciência das ações e fazer um planejamento para os próximos anos, mantendo a política das ações com o social e planejar as metas para 2023”, disse.

Washington Bonfim, que assumirá a Secretaria de Planejamento, disse que o novo governo não terá nenhuma mudança “radical”. Mas, deve seguir com projetos bem-sucedidos que já estão em execução, alinhados com o plano de governo definidos na campanha de Rafael.

“A grande maioria dos projetos é bem-sucedida, deve ter um ajuste ou outro, em função dos secretários que vêm a assumir e em função do alinhamento com o plano de governo. Não vejo nenhuma grande mudança. Devem ser acrescentadas novas questões com maior ênfase em tecnologia, programas inovadores, ampliação do Ensino Médio integral, profissionalizante, mas nada que seja radicalmente novo nesse momento”, destacou.



Fonte: CCom; TvLitoralPiaui