Procon fiscaliza postos de combustíveis no Litoral do Piauí; 18 estabelecimentos foram autuados

A maioria das irregularidades encontradas foi a 'bomba baixa', quando o cliente paga um valor e recebe uma quantidade de combustível menor que o mostrado no painel. A operação segue até sexta-feira (25).


Procon fiscaliza postos de combustíveis no Litoral do Piauí — Foto: Divulgação /Procon-PI


O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) autuou 18 postos de combustíveis no Litoral do Piauí devido às diversas irregularidades encontradas durante a Operação Petróleo Real, deflagrada na segunda-feira (21) e que segue até sexta (25).

A ação do órgão ocorre nos municípios de Parnaíba, Luís Correia, Ilha Grande do Piauí e Cajueiro da Praia. Ao todo, 45 estabelecimentos foram fiscalizados.


  • Compartilhe esta notícia no WhatsApp

  • Compartilhe esta notícia no Telegram

Conforme o chefe de fiscalização do Procon, Arimatéia Arêa Leão, 11 postos de combustíveis foram autuados por apresentarem ‘bombas baixas’ (quando o cliente paga um valor e recebe uma quantidade de combustível menor que o mostrado no painel), três por não possuírem o equipamento responsável pelo teste de qualidade do combustível, três por não possuírem o Código de Defesa do Consumidor e um por ter um percentual de etanol elevado na gasolina.


Continua depois da publicidade.

“Um posto foi interditado por estar comercializando combustível com 32% de etanol na gasolina, sendo que o permitido é 27%”, afirmou o coordenador.


Outras fases da operação



Fiscalização em posto de combustíveis durante Operação Petróleo Real, no Piauí — Foto: Divulgação


Em fevereiro deste ano, o Procon realizou a Operação Petróleo Real nos municípios de União, José de Freitas e Altos, no Norte do Piauí. Foram 31 estabelecimentos fiscalizados, sendo 11 autuados por apresentarem irregularidades.

Em julho de 2021, os alvos foram postos de combustíveis em Teresina. Na época, foram flagradas irregularidades em 10 bombas vistoriadas, nos 22 postos visitados na capital.


Gasolina mais cara do Nordeste


Um levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de 13 a 19 de março, logo após a última alta dos combustíveis, em vigor desde o dia 11, mostrou que o Piauí tem gasolina mais cara do Nordeste. O preço médio da gasolina comum é R$ 7,992. Já os Estados da Paraíba e Alagoas têm a gasolina mais barata da região.



Por Laura Moura, g1 PI

23/03/2022