Piauienses apaixonados pelo estado homenageiam o Piauí por meio de tatuagens

Piauienses apaixonados pela cultura do estado resolveram homenagear o Piauí tatuando na pele características, objetos e costumes da nossa cultura. Os desenhos variam de bandeira do estado até letras de músicas de bandas piauienses.

A arte de perfurar a pele com pigmentações é praticada pela humanidade há mais de 5 mil anos e por meio desta arte muitas pessoas se inspiraram no Piauí para registrar, permanentemente, algo que ama e gostam, como é o caso do músico e jornalista Henrique Douglas.

Ele contou que já perdeu a conta de quantas tatuagens têm no corpo, mas dentre elas uma se é tão especial quando as outras.

"Essa tatuagem eu fiz quando a minha banda, os Radiofônicos, estavam viajando muito pelo Piauí. Tem muitas cidades do Sul e do Norte que são muito especiais e que eu gosto muito. Estamos em um estado muito vasto, então eu resolvi fazer essa homenagem tatuando bandeira do Piauí", explicou o músico.

Outro tatuado que amo seu estado é o jornalista Diego Lopes. Ele destacou que o Piauí é parte de suas vivências e memorias de vida. As três tatuagens que possui em homenagem ao seu estado representam afeto familiar e crescimento pessoal.

Além disso, uma destas bastante especial é a reprodução de uma pintura do artista plástico Nonato Oliveira. Segundo Diego, as ruas de Teresina, por onde andou, carregam a arte do artista e como forma de simbolizar o lugar onde nasceu, o jornalista quis ter na pele seu próprio mural.

"Nonato pra mim é uma referencia. Desde de criança consumo muito cultura, sobretudo a do Piauí. Não tinha como andar pelas ruas de Teresina e não me deparar com os painéis de Nonato. Eu tenho vários quadros dele, mas eu queria ter isso na pele", explicou Diego.

No universo das tatuagens existe o tatuado e o tatuador, esse último também pode carregar a cultura piauiense, se não na pela, mas nas mãos habilidosas que desenham os corpos de outras pessoas. É o caso do Junior Tubarão, que tem um estúdio de tatuagem na Zona Norte de Teresina e que já ganhou prêmios pela suas produções.


Ele contou que muitas pessoas chegam no seu estabelecimento procurando tatuagens para homenagear o Piauí. Esse local já é referência nesse sentido. Geralmente, segundo o tatuador, as ideias giram em torno de mapa, cactos e cajus.

"Muitas pessoas chegam aqui com o tema de homenagear o Piauí, aí pensamos em algo juntos e eu desenvolvo a arte, porque aqui gostamos de trabalhar com desenhos autorais", disse o artista.

Foi com a tatuagem do Rei do Baião feita na panturrilha de uma pessoa que o tatuador se destacou e ganhou o primeiro lugar em uma Convenção Brasileira de Tatuagens, realizada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na categoria cultura brasileira.