Pessoas com TDAH e dislexia terão atendimento especial no Piauí durante prova do Enem


Pessoas com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e dislexia terão atendimento especializado assegurado por lei estadual durante provas de vestibular com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Piauí. As inscrições para a prova do Enem deste ano começaram na terça-feira (10) e seguem até dia 21 de maio.

A lei, que é válida também para concursos públicos, garante a esse público o direito a tempo adicional de 1h30 para realizarem suas provas; acompanhamento de profissionais para auxiliarem na leitura das provas e para ajudarem na transcrição da parte escrita e preenchimento do cartão-resposta; e os candidatos poderão realizar a prova em sala diferenciada.

A norma assegura, ainda, que a prova escrita e a redação sejam corrigidas e avaliadas a partir de matriz de correção específica para participantes disléxicos e por uma banca especializada.

Como solicitar o atendimento

O candidato que precisar do atendimento especializado deve fazer a solicitação no momento da inscrição e anexar a documentação que comprove a necessidade do atendimento, na Página do Participante, a documentação que comprove a necessidade de acessibilidade, conforme listado no edital do exame.