Operação de combate à violência contra mulheres prende 22 suspeitos no Piauí


A Polícia Civil do Piauí divulgou, nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, números da Operação Resguardo 2022, de combate à violência contra a mulher. Até o momento, cerca de 40 denúncias foram verificadas e 22 suspeitos presos.

"Durante todo o mês de fevereiro, até a data de hoje, realizamos prisões por crimes relacionados à violência contra a mulher, crimes diversos como ameaça, injúrias, descumprimentos de medidas protetivas”, informou a delegada Bruna Verena ao g1. As prisões foram realizadas em todo estado do Piauí, através das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, sendo esta terça-feira o Dia "D" da operação. A polícia não divulgou detalhes sobre as prisões.

A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), e ocorre nos 26 estados e no Distrito Federal. Pelo menos 2,5 mil suspeitos de praticarem crimes de violência contra mulheres foram presos em todo o país.

No Piauí, a ação foi encerrada nesta terça, mas a delegada Bruna Verena fez um apelo para que a sociedade fique vigilante para combater crimes contra a mulher.

“O que a gente pede é conscientização, engajamento. A gente pede à população e às vítimas que procurem as delegacias, façam denúncias, para que a gente consiga efetivar essas prisões. Que um dia a gente possa falar do Dia da Mulher, sem falar de violência contra a mulher", declarou.