Operação Agosto Lilás, de combate à violência contra a mulher

Faz prisões em Teresina, Piripiri e Parnaíba.


A Secretaria de Segurança Pública do Piauí realiza, nesta quinta-feira (19), a “Operação Agosto Lilás”, de combate à violência contra a mulher. A ação tem o objetivo de cumprir 21 mandados de prisão em Parnaíba, Piripiri e Teresina. Até o fechamento desta reportagem, 13 pessoas tinham sido presas. De acordo com o secretário de segurança pública, coronel Rubens Pereira, os presos são acusados de crimes como feminicídio, estupro, lesão corporal e ameaças. “São pessoas que estão sendo presas acusadas de estupro, mas também de outros crimes como tráfico de entorpecentes, roubos e furtos", informou o coronel. Em entrevista à TV Clube, a delegada Bruna Verena, diretora do Departamento Estadual de Proteção à Mulher, contou que as equipes continuam nas buscas para dar cumprimento aos mandados de prisão no decorrer desta quinta-feira (19).

“A gente conta com toda a sociedade. Sempre orientamos as mulheres para buscarem as Delegacias de polícia, o Ministério Público, Defensoria Pública e para usarem o boletim de ocorrência eletrônico, fazerem denúncias e procurem ajuda para podermos cessar com eficácia essa violência", afirmou. A operação é realizada em uma parceria entre a Polícia Civil e do Grupo de Atendimento Especializado à Criança, ao Idoso e à Mulher (Gaecim), da Polícia Militar. O nome da operação faz referência ao mês em que se celebra o aniversário da Lei Maria da Penha, criada em 7 de agosto de 2006, de conscientização pelo fim da violência contra a mulher.