Mulher assassinada dentro de carro é jogada em canteiro da Avenida Centenário



Definitivamente não é cena comum para um jornalista da editoria de Polícia: uma mulher, uma jovem baleada, ensanguentada, assassinada e caída sob o canteiro central de uma avenida movimentada da capital do Piauí.


Talvez seja um sinal dos tempos, um péssimo sinal, por sinal, onde a violência e a criminalidade cotidiana tomam contornos mais abusivos dentro da nossa sociedade sem que os responsáveis, políticos e instituições, façam qualquer gesto, tomem qualquer atitude para contorná-la, uma vez que sequer a reconhecem, vivendo o negacionismo na Segurança Pública que tanto dizem combater em outras áreas como a da Saúde Pública, que ainda enfrenta os efeitos da mortífera Covid-19. Mas vamos aos fatos.


Andressa da Silva Rodrigues, 24 anos, foi morta com tiros de arma de fogo na cabeça; seu irmão, identificado apenas como Thailson, baleado com dois disparos no antebraço esquerdo. O "quase duplo homicídio" ocorreu por volta das 1h50 desta segunda-feira (18.10), em um trecho da Avenida Centenário, bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina.