“Gol contra”, afirma Wellington após denúncia de que Ciro estaria travando emendas

Wellington disse que é um “gol contra” caso o ministro esteja tentando “trabalhar ou atrapalhar” a vinda de recursos para o Piauí.


Wellington Dias (Foto: Reprodução/Facebook)


“Emendas são recursos para obras, serviços, programas e equipamentos para nosso povo. Trabalhar ou atrapalhar a vinda de recursos para o nosso povo do Piauí que tanto precisa é gol contra. Independente das disputas políticas precisamos atuar e trabalhar juntos para ver quem traz mais para nosso povo”, afirmou o governador à nossa reportagem.

Wellington ainda disse que espera que o período eleitoral, onde Ciro se coloca como líder do principal grupo de oposição contra o governo petita, não seja “desculpa para impedir investimentos” para o estado.

“Espero que a eleição não seja desculpa para impedir investimentos para o Piauí. Nem baixaria, denuncismo vazio, fakes ou de operações espetáculo. Acredito mesmo que Deus está no comando de tudo e que o povo sabe o que quer”, seguiu Dias.

Bons exemplos


O governador ainda citou ministros piauienses que foram bons exemplos. Dentre os citados estão Marcelo Castro, que comandou a Saúde no Governo Dilma; João Henrique Sousa, Reis Veloso, Hugo Napoleão e Freitas Neto.

“O Senador Marcelo Castro é um bom exemplo de Ministro que trouxe o que pode para todo o Piauí, independente de partidos, quando foi Ministro da Saúde. O Ministro João Henrique dos Transportes e Ministro Reis Veloso do Planejamento, Ministro Hugo Napoleão na Educação. Mesmo numa pasta pequena sou testemunho do trabalho do Ministro Freitas Neto. Todos se empenharam para trazer investimentos para o Piauí de forma madura e dedicada”, continuou Wellington.

Pior marca

“Usar o Ministério ou mandato federal para tirar do povo do Piauí é a pior marca que um político pode deixar”, finalizou o governador.