Garota desaparece no Rio Parnaíba

Mulher foi salva pelo marido após canoa afundar, voltou para procurar a filha e desapareceu no rio Parnaíba, dizem testemunhas


Juliana Magalhães, uma das pessoas que segue desaparecida após uma canoa afundar no Rio Parnaíba, no município de Antônio Almeida, Sul do Piauí, chegou a ser salva pelo marido, segundo relatos de testemunhas. Na margem, ao não ver a filha, Maria Júlia, de três anos, voltou para água à procura da criança e desapareceu.

A informação foi relatada por testemunhas e confirmada pela secretária municipal de saúde da cidade, Jamila Martins, ao g1.

  • Barco-hotel naufraga e deixa desaparecidos durante vendaval em rio no Pantanal

O acidente aconteceu na tarde desse domingo (17). Segundo testemunhas, havia 11 pessoas na embarcação. Seis delas se salvaram e outras cinco ficaram desaparecidas.

Na manhã desta segunda (18), Jocilene e Sandra foram encontradas mortas. Os maridos de Juliana e de Jocilene comandavam a embarcação no momento em que ela afundou. Juliana Magalhães, Maria Júlia e a babá da criança, Maria Fernanda, seguem desaparecidas.

“A água começou a entrar na canoa e um dos homens que comandavam a canoa pediu para que três pessoas fossem para trás. Entretanto, muita gente foi e a embarcação acabou afundando”, afirmou a secretária Jamila Martins.

Quem são as vítimas

  • Jocilene (irmã de um vereador da cidade, encontrada morta)

  • Sandra (amiga de Jocilene, encontrada morta)

  • Julianne Magalhães (mãe de Maria Júlia, segue desaparecida)

  • Maria Júlia (filha de Juliana, segue desaparecida)

  • Fernanda (babá de Maria Júlia, segue desaparecida)

Buscas continuam

Pescadores informaram à TV Clube que, no local onde a canoa afundou, o rio possui uma profundidade de dez a 15 metros. Ainda não há informações sobre as circunstâncias do acidente.

Os bombeiros estão realizando buscas no local desde as 4h30 desta segunda. Foi enviada uma equipe de salvamento com dois mergulhadores e outros três bombeiros para dar apoio. Segundo o coronel João Costa, outra equipe com quatro profissionais irá ao local para ajudar na procura das vítimas.