Dengues diferentes podem estar surgindo e Fundação de Saúde aguarda investigação do Min. saúde.

A médica e diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, Amariles Borba, chama atenção para possíveis formas diferentes que a dengue possa ter tomando com o crescente aumento da doença, depois de dois anos baixo número de casos. Ela disse que aguarda o Ministério da Saúde autorizar exames de genoma para confirmar essa diferença.

“Nós sabemos, pela experiência da Covid-19, do sarampo e de outras viroses, que os vírus vão se adaptando à realidade que eles vão encontrando. Então existe essa possibilidade, embora nos dois últimos anos, no Brasil inteiro nós tivemos pouco casos dessas arboviroses, mas com essa disseminação que está ocorrendo no Brasil, eu acredito que sim [que são formas diferentes]”, justificou Amariles.

O número de casos de dengue chegou a mais de 835 em Teresina, somente nos primeiros meses de 2022, até sexta-feira (25) eram 229 e nesta segunda (28) chegou a este número. Em todo o Piauí o aumento já ultrapassou os 200% em relação ao mesmo período de 2021.


Ela destaca ainda que a melhor forma de combater a dengue, zika chikungunya e até a febre amarela é não acumular resíduos com água parada que possam criar o mosquito Aedes aegypti. “É uma doença grave que está ocorrendo junto com a Covid”.

  • Casos de dengue aumentam no Piauí: saiba os sintomas, onde buscar atendimento e como prevenir a doença


A FMS chama atenção para agravamento da dengue e as outras arboviroses que o mosquito Aedes aegypti pode causar. Um jovem de 20 anos morreu em consequência da doença e um adolescente já ficou com graves sequelas após ser acometido pela dengue.

“É uma virose grave, que pode atingir do cérebro até a ponta do dedo, fazendo encefalite grave e tem um adolescente que ficou com uma sequela grave após encefalite por dengue. Além disso, nós estamos verificando uma inflamação do fígado, produzindo uma hepatite que está muito violenta. Está tendo muita água dentro do abdome porque as pessoas não estão se hidratando, quanto mais rápido você se hidratar mais fácil fica de consertar esse balanço das águas dentro do seu corpo, portanto hidratar, hidratar, urinar transparente feito a água que bebe 24 horas por dia”, aconselha a médica.