Covid: Novo decreto proíbe eventos e festas carnavalescas no Piauí

No documento o governador Wellington Dias, considerou o aumento de casos de coronavírus, além da ocupação dos leitos de UTI Covid está acima de 70%.



No documento o governador Wellington Dias, considerou o aumento de casos de coronavírus, além da ocupação dos leitos de UTI Covid está acima de 70%.

Nesta terça-feira (01), o governador Wellington Dias assinou decreto Nº 20.525, que proíbe qualquer evento ou festa de carnaval no Piauí. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado.

No decreto, o governador considera o aumento de casos de

coronavírus e da nova variante do SARS-Co V-2, denominada de Ômicron, além da ocupação dos leitos de UTI Covid está acima de 70% e que existe fila de pacientes aguardando por uma vaga em todo o estado.

De acordo com o documento, ficam vedadas a realização de festividades e eventos que possam causar qualquer tipo de aglomeração, públicos ou provados, especialmente eventos pré-carnavalescos ou carnavalescos, incluindo desfiles de escolas de samba e blocos de carnaval.


O decreto também proíbe a realização de conferências, convenções, feiras comerciais e retiros de qualquer natureza.

Ainda segundo o documento, bares, restaurantes, trailers, lanchonetes, barracas de praia e estabelecimentos similares, poderão funcionar desde que obedeçam às recomendações sanitárias constantes do Protocolo Específico nº 021/2020, sendo vedada a promoção ou realização de festas, eventos, confraternizações, dança ou qualquer atividade que gere aglomeração, seja no estabelecimento ou no seu entorno.

Já o comércio em geral poderá funcionar somente até às 18h e os shopping centers poderão funcionar das 10h às 22h. Mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios devem encerrar o funcionamento até as 24h.


PorPortal Litoral Notícias