Aedes aegypti: mosquito também transmite doença aos cães; especialista dá dicas de prevenção


O Piauí registrou aumento significativo de casos de dengue, doença transmitida pelo Aedes Aegypti, nas primeiras semanas epidemiológicas de 2022. O mosquito também é vetor de uma doença parasitária que atinge cães e que, de forma grave, pode levar até a morte. O g1 conversou com especialistas para auxiliar na prevenção.

Aedes Aegypti Aedes aegypti é um mosquito considerado vetor de muitas arboviroses (doenças transmitidas por insetos e aracnídeos, como aranhas e carrapatos), dentre elas: Dengue, Zica Vírus, Chikungunya e Febre Amarela. Também é considerado vetor da Dirofilaria immitis (verme do coração), verme causador da Dirofilariose. Popularmente conhecida como verme do coração, a doença pode acometer principalmente cães e gatos, além de seres humanos, portanto é considerada uma zoonose.